sábado, julho 11, 2009

coffee break


Viagem a trabalho é assim: você se desloca, sai da rotina, ganha novos ares e tem uma missão expressa a ser cumprida. Nem sempre os ares são tão bons ou o desfazimento da rotina será benéfico, não raro, aliás, o deslocamento é sobremaneira sofrível e a missão volta e meia não sai de fato cumprida. E há os coffre-breaks, pensados para ser uma pausa restauradora, o cenário do networking e da troca de experiências, mas depois de seis deles certamente ninguém mais olhará para um bolinho de milho como algo ingênuo, ali posto para deleite dos trabalhadores-do-brasil. A cada volta de viagem de trabalho, com umas graminhas a mais, eu me faço a mesmíssima pergunta: isto tudo deve fazer algum sentido.


p.s. a foto é minha, um dos breaks gulosos a que me rendi nos últimos dias.

2 comentários:

Anônimo disse...

D, tem um typo nesse post (rato x raro). Como sempre, super bem feito o seu Blog. Bjs, KC

anasimplesassim disse...

Denise, você é de morte. Estou morrendo de rir com seu post sucinto e maravilhoso. Parabéns! Bjs! Ana