segunda-feira, agosto 17, 2009

apenas uma segunda-feira


É isso. É a vida. Um dia você acorda e percebe o quanto tudo está desorganizado, mas o fato é que o contrário, o banal e o confortável, tampouco fariam mais sentido. Uma febre para a qual não há remédio, mas que, se houvesse, não se tomaria. Uma loucura que não leva a nada mas que, sem ela, a vida de nada valeria. Uma armadilha, uma quimera, um surto? Não, é só uma segunda-feira, e todo o absurdo que ela contém.
a foto é minha, o metrô de Lisboa

2 comentários:

anasimplesassim disse...

Instigante esse post... E lindo texto, á claro. Adorei! Bjs!

Denise S. disse...

que bom que vc gostou, Ana.