sexta-feira, dezembro 24, 2010

teoria de fim de ano

Mais uma teoria minha, ainda que a humanidade não mereça. Fim de ano é a época em que todo mundo fica mais acentuado no que já é.  Os alegres ficam alegríssimos, os consumistas se esbaldam, os tristes ficam a um passo de cortar os pulsos, os blasées andam solenemente para as comemorações, os deselegantes aproveitam para não agradecer as gentilezas e atenções que receberam ao longo do ano, os desconfiados desconfiam até dos presentes que receberam, os espiritualizados se iluminam e etc.  É sempre assim, o que me leva a crer que é preciso ter paciência para transigir com a característica de cada qual e, como não tenho muita, já é de praxe renovar meus votos de melhorar no ano seguinte.  Mas é que essa hipérbole toda francamente me enche o saco.  Se foi um bom ano? Foi.  Sempre agradeço o que tive de bom, de delicado e especial, do deletério de que me livrei, de ter tido saúde, e trabalho, e coragem, e também das boas surpresas que a vida sempre me traz.  O senão dessa época é essa canícula que assola este pedaço dos trópicos, embora nem isso chegue propriamente a estragar a coisa toda: os cheiros do início do verão são os mesmos desde que, criança, entrava de férias, e é algo tão táctil que facilmente me transporta. Aos que aqui chegam por acaso e para os que volta e meia dão com os costados neste canto da minha quietude, um Natal hiperbolicamente na paz e um ano novo hiperbolicamente bacana!        


p.s. esqueci de dizer que os carentes ficam ainda mais carentes.  E também que todos ficamos meio carentes.

foto de Ernesto Martins

9 comentários:

João Esteves disse...

Votos retribuídos. Superlativamente.

Denise S. disse...

um abraço, João.

João Carlos disse...

Fui lendo, lendo e concordando aos poucos. Sua teoria parece provar-se na prática.
Passado o Natal, resta-me retribuir com os votos de um ótimo 2011.
Abraços de fim de ano.
João Carlos

Flor disse...

Concordo ... os chatos, ficam mais chatos nesta epoca do ano!
Os lindos, mais lindos, os educados mais educados... e por ai como voce disse, vai...
bom ano

Sandra Roos disse...

Cheguei no seu canto por acaso e quieta não posso ficar, concordo com sua 'teoria' e ela me dá uma boa explicação para o fato de apesar de toda a 'agitação' lá fora, EU não embarcar' na mesma... não fço parte dos consumistas nem dos alegrinhos, então esta época é para mim uma LENTE DE AUMENTO de minhas características habituais... gostei !!!

Bom ANO NOVO para todos nós... =)

Denise S. disse...

João Carlos, Flor e Sandra, um beijo e tudo de bom em 2011!

ernesto disse...

Denise,

Que sua verve esteja inspiradíssima em 2011.
É bom ler alguém que produz tanto e de modo tão interessante quanto você.
Seus textos são instigantes!

Forte abraço do amigo,

Ernesto

Denise S. disse...

Ernesto, fico feliz que vc goste. Muita inspiração pra vc também! Um beijo.

Renata Fern disse...

Denise, você escreve de um jeito... tão... como disse o Ernesto, interessante!
E não falo isso só porque tive que consultar o dicionário duas vezes... Hahaha...

À véspera do fim do horário de verão, que nada significa diante da 'canícula' que acredito eu perdurará por mais tempo, desejo que 2011 seja especialmente feliz!

:)