sexta-feira, maio 26, 2017

andarilho


o amor que vagueia andarilho
ao encontrar num porto misterioso seu abrigo
cruza a linha do desconhecido
estranha-se a si mesmo, deforma-se.  Dói.

tudo o que toca, transforma
será para melhor, será para pior?
não há respostas para esse andarilho
que tampouco perguntas fez ou faz

o andarilho diz se bastar em vagar
e que o porto sempre lhe será impermanente

Nenhum comentário: