sábado, maio 16, 2009

bye, bye, outro blog!


Estava bem quieta quando a Ana Luiza, minha amiga, me instou a criar um blog na comunidade 'globonliners' da página do jornal O Globo na internet. Relutei um pouco, depois pensei que lá poderia me focar no noticiário, enquanto que aqui permaneceria um canto para minhas bobagens mais bobagentas. O curioso é que o 'na blogosfera' teve milhares de visitas e, sabe-se lá o porquê, virou indicação na página inicial da comunidade. Nunca entendi como tantas pessoas podiam ler aquelas maltraçadas, nunca entendi como poderia ter mais de cem visitas por dia. É dessa substância intrigante que é feita a internet: muita gente, muito anonimato, nenhuma razão palpável. Por incrível que pareça, gosto disso, sempre achei muito chato ter que dar satisfação de onde ir, com quem e porque (talvez seja trauma herdado da adolescência, talvez tenha a ver com uma renitente mania de transgredir um pouco). Um belo dia, porém, recebemos todos um e-mail em que, secamente, foi anunciado o fim da comunidade. Tínhamos todos trinta dias para salvar nossos escritos. A razão? Não se disse. O que virá em seguida? Tampouco. Não admiram tantos protestos e estranhamentos; afinal, era uma... comunidade! E comunidade na internet não se desfaz assim. Ou será que se desfaz? Andei pensando: não é realidade total, mas também não é ficção. Não é algo sólido, mas não diria ser líquido. Está mais para o etéreo, uma substância gasosa que, ao subir, vira nada. Enfim, a pós-modernidade e suas idiossincrasias, conosco no meio.
foto de Ernesto Martins

7 comentários:

ana_simplesassim disse...

Pois é, etéreo, é uma boa definição. Uma substancia gasosa que ao subir, vira nada.
Mas existe! E substancias gasosas sabem se fazer presente, e como! :)Bjs!

Denise Sollami disse...

É verdade, sobretudo dentro de um... elevador! Mas passa rápido!

Cláudio disse...

Denise,
passei para desejar que tenha um dia muito Feliz.
Um abraço,
Cláudio
mudei de e-mail = claudiomanfred@gmail.com

Denise Sollami disse...

Cláudio, muito obrigada pela lembrança carinhosa!

sergioserra disse...

Pois é...
O que mais sinto falta é do "ponto de encontro".
Alí pelo menos eu tinha a certeza de encontrar muita gente, sem ter que "correr atrás dos seus blogs".
Apesar de todas as limitações então existentes, acho que o Twitter, o Facebook, e outros não conseguem reproduzir o clima que tínhamos no GO.
Enfim... passei só pra deixar um "oi" e dizer que "lembrei de você" :o)
Um abraço
Sérgio

Denise S. disse...

Grande Sergio!
É verdade, era um ponto de encontro e tb sinto muita falta. E, afinal, nunca soubemos porque acabou, não é mesmo?
Fico feliz que vc tenha vindo aqui neste canto. Volte sempre!

Frederico disse...

o globoonliners acabou? sim, sim e sim: eu não notei. Já faz uma semana? não! hoje é dia 4, ou por aí, de janeiro. Lá se vão 9 meses. Vivia bem sem ele, fica claro. Mas aqui venho desde sempre. Pouco. Mas cá estou. Está bem assim. // A gente se lê.